Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2013

Palavra de abertura do Retiro Missionário da Paróquia de Fátima

Imagem
Íntegra da mensagem de abertura do Retiro Paroquial
Querido povo de Deus da paróquia de Fátima, boa noite!
Coincidência ou providência? Por que exatamente na semana do Retiro Missionário cai do céu a primeira encíclica do papa Francisco? Por que a sua encíclica sobre a alegria do anúncio do Evangelho é assim tão importante para o nosso Retiro Missionário e para o futuro da nossa caminhada missionária?
Para mim, a encíclica do papa cai na semana do retiro da mesma forma como cai das nossas mãos um vidro de perfume no chão do nosso quarto, exalando assim aquele cheiro gostoso na casa toda. Penso que não haveria outro aroma mais cheiroso pra perfumar todo o nosso retiro do que a encíclica “Evangelii Gaudium”. (Todo mundo sabe, o perfume encanta, apaixona. Muitos namoros e casamentos começaram graças ao cheiro do perfume do amado ou da amada).
Por isso, gostaria neste momento, introduzir nosso retiro, soltando apenas algumas pitadas do perfume da encíclica do papa Francisco. Espero que esse po…

Convite Especial ao querido povo de Deus da Paróquia de Fátima

Imagem
O convite vem Dele. É Deus quem nos convida para sermos missionários e missionárias. Ele nos convida porque o tempo pede urgentemente que toda a Igreja se torne discípula e missionária de Jesus Cristo.
A missão é sair de si, "é quebrar a crosta do egoísmo que nos fecha no nosso EU”. A missão é um caso de amor porque dentro de nós pulsa a força do Amor Maior; porque cremos em um Deus que é mistério de amor. Porque Jesus, o missionário do Pai, é o sentido pleno do nosso existir. “Para mim, o viver é Cristo e o morrer é lucro” (Fl 3,8). Por isso, diz São Paulo, “ai de mim se eu não anunciar o Evangelho.” (1Cor 9,16).
“A vida é missão, sempre!” é o tema que norteará o nosso retiro paroquial que acontecerá nos dias 29, 30 e 01 de dezembro, na Igreja de Fátima, Abolição II. A vida é missão porque ninguém é perfeito; porque somos seres em construção; porque o mundo ainda não é como o queremos; porque no mundo há divisões sociais, violência; há corrupção, há muita injustiça.
Movido por esse…

Carta de bispo bate record de compartilhamento no Facebook

Imagem
As orientações do bispo de Iguatu sobre as missas de cura e libertação bombaram na página do meu facebook. Arrepiante. A maioria dos que curtiram são pessoas adeptas da “oração em língua” e das missas de “cura e libertação”.
O objetivo principal da publicação foi o de informar aos seguidores do face o conteúdo da carta pastoral do bispo de Iguatu, destinado ao clero e ao povo da sua diocese. Ponto.
Não interagi muito porque o tema em questão não faz parte do meu campo de interesse. Para mim, mais importante do que gastar energia discutindo sobre as diversas expressões de rezar (reza em língua, repouso assim ou assado, missa de cura, de libertação, de alienação, etc.), prefiro gastar energia falando da Igreja do Papa Francisco, da Igreja de Jesus Cristo, das pequenas comunidades eclesiais, que buscam, pouco a pouco, libertar o povo da alienação religiosa, social e política.
Achei fabuloso a curtição e os comentários porque podemos superficialmente diagnosticar os modelos de Igreja que ron…

Enquanto toca a música do "TIRA E BOTA" em Mossoró, o povo dança.

Imagem
“Em Mossoró temos motivos para falar não de Desenvolvimento Social, mas da ausência de Desenvolvimento Social”, assim introduziu o sociólogo João Freire, ontem à noite, sua palestra sobre Desenvolvimento Social, na paróquia de Fátima.

Falar em desenvolvimento social é falar de segurança, de mobilidade urbana, de educação boa, de saúde, moradia, cultura. 
Desenvolvimento Social é qualidade de vida. Como se encontra a qualidade de vida da população mossoroense? 
Segundo o palestrante, doutor em sociologia, Mossoró conta com 259 mil habitantes (IBGE 2010). Destes, 109 mil pessoas vivem com menos de meio salário por mês.
Poderia dizer que uma pessoa tem qualidade de vida vivendo com menos de meio salário por mês? Sem esquecer também que essas 109 mil pessoas moram nos bairros periféricos da cidade, onde a gestão pública praticamente os ignora. O povo da periferia é o povo dos “sem-nada”: sem infraestrutura básica, sem posto policial, sem saúde, sem saneamento, sem transporte público, sem..…

Paróquia de Fátima debate Desenvolvimento Social de Mossoró

Imagem
A paróquia de Nossa Senhora de Fátima realiza um seminário sobre Desenvolvimento Social do Município de Mossoró próxima quarta-feira, dia 6 de novembro, a partir das 19h30m, no salão paroquial da Igreja de Fátima, Abolição II.
O professor de sociologia e conselheiro da UERN, Dr. João Freire, fará uma análise conjuntural do tema, apresentando dados atuais sobre o Desenvolvimento Social do município.
Este seminário faz parte do programa da visita pastoral de Dom Mariano nas paróquias de Mossoró. Cada paróquia diagnostica uma área social (educação, segurança, saúde, desenvolvimento social, etc.) à luz da Doutrina Social da Igreja. 
Próximo dia 21 deste, no SESSI, às 19h, realizaremos um Simpósio com representantes de todas as paróquias da cidade, onde faremos uma análise de conjuntura das principais políticas públicas da cidade de Mossoró, a partir da reflexão feita em cada paróquia.
Desenvolvimento Social?
“Todo Desenvolvimento é Desenvolvimento Social”, diz Augusto de Franco. Um municíp…