Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2012

Alegria e gratidão por você

Imagem
Gostaria de externar publicamente a minha alegria e a minha profunda gratidão por você ter celebrado comigo os meus 35 anos de vida, ontem, 24 de maio. Do fundo do meu coração, o meu muitíssimo obrigado.
O perigo de quem é apaixonado por aquilo que estuda é de transformar até mesmo o aniversário em objeto de análise. Estou estudando o impacto das redes sociais no mundo do jornalismo, na difusão de informação. 
Ontem, após receber centenas de felicitações pelo Facebook e pelo Twitter, fez-me pensar e problematizar  o poder do atual processo revolucionário no mundo da comunicação. Pergunto-me, o que está acontecendo mesmo? Qual seria a filosofia e quais são as teorias que explicam com clareza tal fenômeno? 
Há um milhão de dúvidas e perguntas a respeito do atual mundo das redes digitais. Por isso, tenho aprendido ultimamente que ainda preciso aprender muito sobre a emergente sociedade-rede.
Veja aqui um exemplo.  Dez anos atrás, no meu aniversário, eu recebia um telefonema e umas três carti…

Mas, afinal, qual é o segredo do Brasil?

Imagem
"Brasil, a fórmula do sucesso" foi  a primeira imagem que a Itália viu, ao  levantar-se da cama, nesta manhã de sexta-feira, na capa da "Internazionale", uma das revistas mais famosas do país. 
O subtítulo da mátéria de oito páginas reza: "enquanto nos Estados Unidos e na Europa a crise econômica piora e as desigualdades aumentam, o Brasil está construindo um modelo de desenvolvimento mais sólido e uma sociedade mais justa, não obstante a corrupção e a criminalidade".
Perdida na escuridão do túnel, a Europa se auto-questiona: "Como fazem os brasileiros para ter uma economia em crescimento, o déficit sob controle e o desemprego em queda?" Todos sabemos que a Europa continua perdida e muito doente. Já faz um bom tempo que se encontra em estado grave na UTI, sem sinal de melhora, ao contrário, continua piorando. 
O Brasil, desde do estouro da bolha em 2008, para encarar a crise econômica mundial, tomou uma via radicalmente diferente daquela tomada pela…

Venha Ver - uma história enigmática

Imagem
Certa vez, disseram-me que o Venha Ver, minha cidade natal, era filha de duas famílias: uma holandesa e outra judia. Depois, mais adiante, fontes novas falam que o Venha Ver seria descendente somente de judeus. São histórias recentes, se comparadas com a fundação do povoado. 


Lembro que, quando eu  estudava na minha saudosa escola, Pedro Trajano Torres, não recordo que os professores tenham falado a respeito dessas versões históricas. A primeira vez que li sobre os judeus no Venha Ver, foi no final da década de 90. Naquela época, em que minhas habilidades críticas ainda não eram tão aguçadas, aceitei passivamente, sem muito questionamento. Hoje, invés, não sei por quais motivos, não consigo explicar serenamente – para quem me pergunta sobre a origem da minha cidade – essa história de que sou descendente de judeus e holandeses. Creio que tenho minhas razões para não aceitar como assunto encerrado tais dados históricos.
Antes de tudo, porém, gostaria de dizer que minhas fontes pra falar s…