PODER DA MÍDIA X PODER DO POVO

Até o mais fiel eleitor de Dilma arriscaria votar em Aécio com as informações manipuladas que chegam aqui nos Estados Unidos sobre a gestão do governo brasileiro.

A mídia tem o poder de manipular a consciência e de influenciar fortemente o eleitor na escolha do seu candidato. A velha mídia foi a principal responsável pela grande vitória de Aécio no primeiro turno nos Estados Unidos. 

Conhecendo a narrativa deles, fica evidente que a fonte principal da CNN, NYT, Routers e CIA são a Folha, Globo, Veja, Estadão, ou seja, as fontes da mídia que apoiou a ditadura, que apoiou Collor, que apoiou FHC e agora quer forçosamente eleger Aécio.

Bem diferente da falácia preconceituosa de FHC, não vou votar em Aécio porque sou informado. Sou informado porque não dependo da Globo e seus filhotes pra saber da melhoria na vida do povo do meu país. Sou informado porque tenho a mídia alternativa, a mídia das ruas, a mídia popular.

Não vou votar em Aécio porque vi a transformação na vida dos meus vizinhos no sítio Bartolomeu nos últimos anos. Isso não é retórica de eleitor, é fato. O mundo todo por testemunhar as mudanças nos últimos anos na vida do povo do sítio onde nasci, como também na vida do povo espalhado nos quatro cantos do Brasil.

Como em toda administração, o governo liderado pelo PT também errou e errou muito. Estamos pagando caro por isso. Os que erraram, como diz Dilma, são e serão punidos. O que não devemos tolerar é a satanizarão generalizada que a mídia faz de uma gestão que colocou os pobres como protagonistas no seu programa de governo.

Aqui nos Estados Unidos estudantes do Brasil, muitos deles da periferia das grandes cidades, estão estudando pelo programa “Ciência sem Fronteiras” do Governo Federal. Conheço alguns deles. Quem imaginaria aluno pobre de periferia fazendo Ciência sem Fronteiras no exterior? 

Ontem, conversando com um amigo brasileiro que reside há anos na Califórnia, contava-me o terrorismo que a mídia americana fez dias antes da Copa do Mundo. Insegurança, quebra-quebra, desorganização, ou seja, a mídia internacional construiu a imagem de um governo incapaz de realizar uma Copa do Mundo. Muita gente com passagem comprada pra viajar pro Brasil desistiu por causa do terrorismo da mídia.

Como testemunhamos, a mídia brasileira que intoxicou o mundo com inverdade frustrou-se com o resultado da Copa: O mundo todo aplaudiu o Brasil pelo sucesso da realização de uma das mais belas copas do mundo.

Portanto, o eleitor que vai votar próximo dia 26 precisa ser vacinado e protegido contra o vírus da calúnia, do preconceito e do ódio que a mídia de Aécio está espalhando no céu do Brasil e do mundo todo. A mesma guerra civil que a mídia fez na véspera da Copa do Mundo, ela volta a fazer agora, na véspera das eleições.

No exterior Aécio ganhou no primeiro turno e vai ganhar de novo no segundo turno porque o povo se alimenta somente da informação manipulada da Globo e companhia. 

Pelo que vemos, a velha mídia no Brasil quer fazer o mesmo estrago. Além de vestir a camisa de Aécio, fica intoxicando o céu brasileiro com terrorismo e mentiras. Por isso, profetizo que o resultado das eleições pra presidente neste segundo turno está nas mãos da mídia "marinho" e aliados, que sempre teve seu partido definido, desde a ditadura militar. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONVITE - Festa de Nossa Senhora de Fátima 2014

Por que um meio de comunicação quente é frio? McLuhan explica.

Comunidade x Sociedade