Guardas Civis concursados acampados na porta da prefeita

Pararam tudo, muitos deles cancelaram seus empregos, para se especializar no trabalho prometido pela prefeitura: Ser Guarda Civil Municipal. 

A promessa não era pra começar a trabalhar até 2015, como reza as normas do concurso, mas pra começar já, devido a escassez de guardas civis na cidade. 

Mossoró precisa de, no mínimo, 380 guardas, hoje, invés, têm apenas 168 guardas trabalhando, disse a jovem Melody Costa, aprovada no concurso, e que espera ser chamada, juntamente com os seus colegas, o mais breve possível.

São 86 aprovados necessitados de emprego. Muitos deles têm filhos, esposas, ou seja, dependem do trabalho para sobreviver. Conversei um bom tempo nesta manhã, de frente à casa da prefeita, com alguns guardas aprovados, entre eles, Melody Costa, Luciano Oliveira, João Cledson, Marcos Pereira, Bruno Leandro e Francisco Belarmino. Eles querem, pelo menos, dialogar civilizadamente com a prefeita. A prefeita entra e sai da sua residência e ignora, de forma desumana, os guardas alunos acampados defronte à casa, disseram eles.

Eles não querem muita coisa, reivindicam apenas seus direitos. Eles pedem uma coisa que já é deles: trabalhar como Guarda Civil. 

E nós, população, refém da violência, reivindicamos o nosso direito de sermos protegidos, de poder caminhar, conversar e brincar, de dia e de noite, nas praças dos nossos bairros. Como não temos guardas civis nesses espaços públicos - praças, escolas, hospitais, entre outros - ficamos presos em nossas cadeias domésticas, com medo de sair pra caminhar na praça ao lado.

A reivindicação por trabalho dos 86 guardas alunos aprovados é também a nossa reivindicação. Assim como eles têm o direito e estão formados pra trabalhar na segurança dos espaços públicos da nossa cidade, nós também temos o direito de termos segurança e vivermos em paz.

Por isso, quero manifestar minha solidariedade pela luta e persistência dos 86 concursados aprovados e dizer que todos nós, população mossoroense, deveríamos nos sensibilizar com eles, para garantirmos assim, trabalho digno para os aprovados e segurança para nós e nossos filhos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONVITE - Festa de Nossa Senhora de Fátima 2014

Por que um meio de comunicação quente é frio? McLuhan explica.

Comunidade x Sociedade