Muito obrigado!


Cheguei ontem e amanhã já estou de volta. É isso mesmo, parece um sonho. A sensação que tenho é que os quatro anos por aqui se reduziram a quatro dias. Como diz mamãe, quando a gente tá de barriga cheia e com saúde, o tempo voa, invés, um dia doente parece uma eternidade.

Acabei de arrumar as malas, tudo pronto pra viajar. Amanhã cruzarei o oceano com destino ao sítio Bartolomeu, ao lado da minha querida Venha-Ver. O desejo é grande de abraçar meus familiares, amigos e conterrâneos. Um mês é pouco.

Antes de partir, quero agradecer profundamente a todos que caminharam comigo e que torceram pelo bom êxito da minha temporada em Roma.

Estudei aquilo que amava e estudando descobri que não sei quase nada daquilo que desejo continuar estudando: a expansão revolucionária de um novo ecossistema comunicativo que está mudando tudo ou quase tudo. O motor de arranca desse novo continente é o mundo dos bits, ou seja, os mais de dois bilhões de pessoas que já fazem parte da "nova civilização" que emerge com a era digital.

Semana passada, defendi a tese de mestrado, cujo área de pesquisa era ligada à importância do uso das mídias digitais nas organizações, especialmente, no campo jornalístico. O povo encontra-se, cada vez mais, ao mesmo tempo, nas redes (celulares, tablets) e nas ruas. Desse modo, se o jornalista deseja escutar o povo e estar no meio do povo, faz-se necessário viver nas duas praças: na online e off-line. 

Se hoje, a rede já é uma realidade para milhões, imaginemos daqui a 10, 20 anos. Por isso, creio que seja de fundamental importância estudar e pesquisar sobre esse novo ecossistema que está pipocando nos quatro cantos do mundo.

Em breve, publicarei minha tese em formato ebook. Assim, quem desejar, poderá acessá-la gratuitamente.

O momento agora, antes de deixar a velha Europa, é de profunda gratidão: a Deus, em primeiro lugar; à diocese de Mossoró; ao centro missionário de Trento; agradecimento à comunidade Dom Bosco e aos caríssimos professores da Faculdade de Comunicação Social; enfim, gratidão aos meus familiares e amigos que, embora fisicamente distantes, sempre estiveram afetivamente ao meu lado.

Volto pra diocese com o desejo de caminhar e de viver no meio do povo e, juntos, construirmos o sonho de Deus em nossa vida.

Muito obrigado a todos e a todas.
Um fraternal e carinhoso abraço.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONVITE - Festa de Nossa Senhora de Fátima 2014

Por que um meio de comunicação quente é frio? McLuhan explica.

Redes socias x comunidades virtuais. Qual a diferença?