Família da Esperança: um bem para os jovens, um orgulho para o Vaticano

Os fundadores da Fazenda da Esperança, acompanhados de bispos, padres, consagrados, receberam das mãos do Presidente do Pontifício Conselho para os leigos, Cardeal Stanislaw Rylko, o reconhecimento Pontifícia da Família da Esperança , como associação Internacional de Fiéis.


Na última quarta-feira, tive a alegria de estar presente com a Família da Esperança, na audiência geral com o Papa Bento XVI na Praça São Pedro. A emoção dos fundadores e membros era contagiante.


Em Mossoró, de 2004 a 2007, tive a oportunidade de colaborador com a Fazenda da Esperança, no acompanhamento espiritual dos jovens recuperandos.


No Brasil, o fenômeno das drogas é um câncer que destrói, não somente as famílias dos depen

dentes, mas, também, toda a sociedade.


A Fazenda da Esperança nasceu em 1983, na cidade de Guaratinguetá SP. O fundador foi o jovem Nelson Rosendo que, orientado por frei Hans Stapel a viver a Palavra de Deus concretamente, aproximou-se de uma esquina na cidade de Guaratinguetá, onde os jovens vendiam e consumiam drogas.

Desse contacto, surgiu o primeiro pedido de ajuda de Antonio Eleutério, que expôs seu desejo de se libertar da dependência.

Com o passar dos anos, a comunidade terapêutica expandiu-se, tornando-se associação de fiéis, no

meada de Família da Esperança.


A Fazenda acolhe dependentes de drogas, de álcool e de tantos outros tipos de vícios, com idade de 15 a 45 anos, com o objetivo de oferecer todas as possibilidades de recuperação da dependência dos vícios.


Para trabalhar e fazer parte do carisma, a Família da Esperança acolhe pessoas, independente do estado de vida (casado, solteiro, viúvo, sacerdote), que se sintam atraídas pelo carisma da comunidade.


Até o dia cinco de junho, os representantes das Fazendas - hoje, presentes em dez países - estarão em Assis, Itália, cidade natal de São Francisco e Santa Clara.


Representando a Fazenda da Esperança de Serra do Mel, na Diocese de Mossoró, vieram Maria dos Aflitos e o casal coordenador Didi e esposa.

Comentários

  1. Olá,o meu nome é Carla,sou portuguesa sou de Évora,estive e ver o seu blog e goste muito dele,mas não sei como é que faço para ser sua seguidora do seu blog.O Sr.pode ajudar-me?

    ResponderExcluir
  2. Olá pe. tavalcy!

    Sou Fernando Leite da Paróquia de Santa Luzia de Mossoró. Tenho acompanhado seu blog e gosto muito quando você publica alguma assunto relacionado a comunicação, pois também sou estudante de Comunicação social (UERN).

    Esta matéria referente a Fazenda da Esperança eu reproduzi no Blog da Paróquia (www.santaluziamossoro.blogspot.com), pois ela está tem relação com a vida da nossa diocese.

    Um fraterno abraço.

    ResponderExcluir
  3. Caro reitor; Nesta distância, teus ensinamentos por este espação são muito valiosos. Por isso, gostaria de lar mais textos escritos por ti e postados aqui...

    Abraços!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

CONVITE - Festa de Nossa Senhora de Fátima 2014

Por que um meio de comunicação quente é frio? McLuhan explica.

Comunidade x Sociedade