Giornalismo Web: Um outro modo é possível.

Vários meios de comunicação ao longo da história - manuscrito, impresso, rádio, tv - foram e continuam sendo usados como areópagos importantes para a profissão jornalística. Nenhum deles teve identidade horizontal, participativa e democrática como o atual fenômeno do jornalismo Web.


O grande evento de massa que aconteceu ontem em Roma, cujo tema foi "a lei é igual para todos", revela e comprova o diferencial que caracteriza o atual universo da rede.


Pela segunda vez, em um espaço de dois meses, os movimentos sociais, partidos de esquerdas, imigrantes, ongs, usando a Web como meio de divulgação, promoveram duas grandes manifestações contra o atual quadro político da Itália.


A concentração com aproximadamente 50 mil pessoas foi na praça do povo, centro de Roma. "Queremos uma política mais atenta às necessidades do país e uma justiça igual para todos. Viemos porque estamos indignados" - relata um grupo de jovens presente à manifestação.


Um dos gritos de protesto que ecoou na praça foi contra uma lei chamada "ad personam" que limita o poder judiciário de interferir diretamente na vida pública e privada da corte política e, sobretudo, do Primeiro Ministro.


A cobertura do evento feita pela mídia convencional foi muito tímida. Nenhuma novidade. A Itália, como todo mundo sabe, é privada dos direitos de uma informação imparcial e objetiva. 80% da máquina de informação (rádio, jornal, TV…) estão nas mãos do atual empresário e "político" Sr. Silvio Berlusconi.


A magnitude do evento, provocada pela organização via Web, que ainda vive os seus primeiros passos, constata-se que, o futuro da informação livre, aberta e democrática já encontrou o seu lugar privilegiado.


A sede por justiça social e direitos iguais para todos se tornará realidade quando a participação e o grito do povo, através da mídia alternativa, ecoarem nos quatro cantos da Itália.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONVITE - Festa de Nossa Senhora de Fátima 2014

Por que um meio de comunicação quente é frio? McLuhan explica.

Redes socias x comunidades virtuais. Qual a diferença?