Teologia da Libertação: "princípios enganadores, anarquia e divisão para a Igreja"

O Papa Bento XVI, sábado, 5 de dezembro, no Vaticano, em uma conferência para os bispos do Brasil, dos Regionais Sul 3 e 4, por ocasião da visita ad limina, destacou alguns desafios vividos pela Igreja no Brasil.

Com relaçao a educação oferecida pelas escolas católicas e civis no país, o papa frisou a necessidade de colocar “Cristo como centro do processo educativo”.

Em seguida, Bento XVI alertou abertamente aos bispos, os perigos da Teologia da Libertação feitos “por alguns teólogos de teses e metodologias provenientes do marxismo”.

Disse o papa: “As sequelas da teologia da libertação, mais ou menos visíveis, feitas de rebelião, divisão, dissenso, ofensa, anarquia fazem-se sentir ainda, criando nas vossas comunidades diocesanas grande sofrimento e grave perda de forças vivas”.

Recordando aos bispos da importância da Instrução Libertatis nuntius da Congregação da Doutrina da Fé, sobre alguns aspectos da teologia da libertação, conclamou aos mesmos a retomarem as orientações contidas nas Instruções da Doutrina da Fé e abandonarem “certos princípios enganadores da teologia da libertação”

A nós, filhos da Igreja mãe, acolhedora e aberta aos pobres, escutamos com sabedoria e ousadia os conselhos do Papa?

A nós, filhos da terra seca e das matas cinzentas do Nordeste do Brasil, batizados, catequizados e educados pelas Comunidades Eclesias de Base (CEBs), continuamos alimentando a nossa fé e a nossa esperança na Igreja das nossas catequistas, animadoras e animadores de comunidades.

Continuamos acreditando na força transformadora dos homens e mulheres, leigos e leigas engajados (Emídia, Dona Margarida, Neci, Lucinha, …) que, com seus exemplos e esforços, libertam e evangelizam as comunidades do sítio e da cidade.

Que o Deus Javé, O Cristo da gente e o Espirito santificador e libertador nos preservem firmes e fiéis na Igreja da Vida e da Esperança.

Comentários

  1. Muito interessante o artigo meu caro, porém, não consigo escutar nem acolher com sabedoria às palavras do Santo Padre, pois como filho da teologia por ele denegrida, sinto a tristeza de um filho que vê a sua mãe difamada. Comunga com a afirmação de D. Pedro Casaldaliga em sua ultima entrevista publicada, quando ele diz que “...podem tirar-nos tudo, menos a esperança.” Com catequistas como as suas aprendi cantando que “o será melhor quando o menor que padece acreditar no menor”. Por isso, “eu sou feliz é na comunidade, na comunidade eu sou feliz”. Talvez seja a experiência “palacial”, de quem não provou o sabor de uma comunidade de base que faz o Santo Padre falar assim.

    ResponderExcluir
  2. De fato, eu nao saberia dizer o que esta errado com a Igreja. Mas quem dera que todos os problemas fossem apenas a Teologia da Libertacao. Bem, pra mim fica dificil levar Bento XVI `a serio quando lhe falta visao pra ver a Igreja e a sociedade . A Igreja ha muito deixou de falar para o mundo pois nao sabe comunicar. Tem uma teologia maravilhosa porem, muito pouco disso tudo pode ser levado em conta por um simples fato: falta de vivencia! Talvez se o Santo Padre deixasse de se importar tanto com os sapatos da marca Prada que ele usa e faz questao de mostrar ou entao deixasse um pouco de lado as ricas vestes, talvez assim a igreja passaria a ser mais ouvida...e respeitada. Mas ainda tenho esperanca de que um dia as pessoas passarao a ver que a Igreja nao e' infalivel como tanto se apregoa em seus dogmas... Que errou, erra e vai continuar errando. E o que dizer dos micos que o nosso atual papa faz ao redor do mundo? Um dos mais celebres foi com a sua declaracao com relacao ao uso de preservativos na Africa; um outro bem visivel foi quando nao soube falar dos muculmanos em uma universidade alema; que dizer de se negar a assinar um documento da ONU que garantia direitos aos homossexuais.? Bem, se fosse me deter em tantos exemplos acho que esse texto iria ficar um tanto comprido. E' como o meu saudoso teologo Jose Comblin Diz " A Igreja trancou-se numa especie de torre e jogou a chave fora" precisa urgentemente se encontrar. Talvez quando isso acontecer eu passe a escutar o que ela, na figura do atual pontifice, fala sobre a Teologia da Libertacao.
    Sandoval

    ResponderExcluir
  3. Eh por causa do meu povo machucado que acredito em religião libertadora... Me faz lembrar a música de pe zezinho.

    Quão importante para igreja eh o magistério papal que a faz una, convergindo para Cristo.
    Quão imporante é a igreja encarnada, inculturada e viva no dia-a-dia do povo de Deus.
    Quão importante sao os exemplos de nosso profetas latinoamericanos dom romero, dom helder, dom pedro casaldáliga e tantos mártires anônimos que viveram sua fé na simplicidade.

    Eh por causa do meu povo machucado que acredito em religião libertadora...

    João Paulo
    pastoral operária

    ResponderExcluir
  4. Nasci, cresci e fui criado em CEB's! Isso nada quer dizer que eu sigo aos princípios anti-cristãos da marxista TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO. Não foram as CEB's que se infiltraram na TL, mas a desgraça da TL que, com seus fictícios argumentos e pseudo-doutrinas extra-sociais, "utopizando" a vida do pobre, que adentrou nas CEB's. Esse impacto da TL, destruídor da fé e da religiosidade sacra, atingi e atrapalha o serviço pastoral de muitos que permanecem fiéis ao Santo Padre.

    O Papa Bento XIV fez mais do que certo em denunciar as falcatruas dessa falsa teologia libertadora.

    Muitos críticos, infiéis à Igreja e à Cristo, irão rugir como logos em pele de cordeiros. Mas não é isso que amedronta os verdadeiros cristãos.

    Afinal, é infinitamente melhor ficar com a ordem de BENTO XVI, o doce Cristo na terra, do que com a lábia confusa do pobre e podre Leonardo Boff e companhias... Infinitamente melhor está com a Doutrina Social da Igreja do que mil livros de Karl Max e demais "capangas".

    "Deo Gratias" pela escolha do "Benedictus XVI Papam", pois, com sua fidelidade à Doutrina da Santa Igreja, está denunciando e anunciando a Verdade Nua e Crua, como Cristo sempre fez.

    É o papa da Verdade, da Caridade, da Fidelidade, da Denúncia, do Anúncio... Esse sim é "O" papa.

    Que ele continue sempre com sua boca aberta, só assim iremos conseguir desmascarar e expulsar toda e qualquer HERESIA, inclusive, dos Seminários "ditos" Católicos, que ousam formar Sacerdotes somente para dividir, favorecer a discórdia e a esquecer-se do CRISTO, fazendo a sua falsa "opção" pelos pobres que visam, EXCLUSIVAMENTE, o material e não o espiritual.

    Aos cantores que comentaram esta postagem:

    "Buscai primeiro o REINO DE DEUS e a sua justiça, e TUDO MAIS vos será acrescentado. Aleluia!"

    Edmiray Bezerra, fiel ao Santo Padre "até o pescoço"!

    ResponderExcluir
  5. Que piada! kakakakakakakakakakakakakakakakakakakakakakakaakkakakaak

    ResponderExcluir
  6. Muito mais fez Madre Tereza de Calcutá para com os Pobres do que a desastrosa Teologia da Libertação, que só provocou divisão e ódio na Igreja!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

CONVITE - Festa de Nossa Senhora de Fátima 2014

Por que um meio de comunicação quente é frio? McLuhan explica.

Comunidade x Sociedade