Copenhaque: o mundo espera propostas concretas!!!

A capital da Dinamarca, Copenhague, é palco da convenção da UNO sobre mudança climática.

De 7 a 11 deste mês, os principais líderes mundiais, chefes de estados de centenas de países afrontarão as causas do aquecimento global, cuja finalidade é limitar a dois graus centígrados o aumento da temperatura média da superfície da Terra, o que faz necessária uma drástica redução das emissões de gases do efeito estufa.

Essa é a maior reunião já realizada sobre o aquecimento global, que reúne 15 mil pessoas, delegados de 192 países.

Não será um debate fácil afrontar a grande brecha entre países ricos e pobres para combater os efeitos das emissões de CO2 nas próximas décadas.

O Greenpeace listou algumas atitudes corriqueiras que fazem diferença no combate ao aquecimento. Dentre tantas, descrevo abaixo:

  • Economize energia. Para iluminar a casa, prefira a luz natural. Troque lâmpadas incandescentes por fluorescentes e apague as luzes quando não houver ninguém no ambiente.
  • Acumule várias peças de roupa para passar tudo de uma vez e, assim, economizar energia. Evite usar o ferro de passar quando muitos eletrodomésticos estiverem ligados, para evitar uma sobrecarga na rede elétrica.
  • Instale a geladeira ou freezer em local ventilado e longe do fogão. Evite abrir a porta sem necessidade.
  • Regule o chuveiro para a estação verão e evite tomar banhos muito longos. Procure também não tomar banho entre 18h e 22h.
  • Evite o desperdício de água, recurso ameaçado com o aquecimento global. Feche sempre a torneira quando não estiver em uso, como na hora de escovar os dentes. Em áreas sujeitas a secas prolongadas, armazene água.
  • Regule as torneiras da sua casa. O pinga-pinga pode significar um desperdício de 46 litros em um único dia.
  • Deixe o carro na garagem e utilize o transporte coletivo e a bicicleta, quando possível. Faça revisões periódicas no seu veículo para reduzir a emissão de poluentes.
  • Ao comprar comida, priorize alimentos que venham de perto da sua casa e, assim, não levam a uma emissão muito alta de gases-estufa no transporte. Procure saber a origem dos alimentos e o impacto ambiental envolvido na produção --evite consumir carne vermelha que tenha vindo de áreas desmatadas na Amazônia. Prefira embalagens recicláveis.
  • Ajude a recuperar o verde de sua cidade. Plante árvores no seu quintal, na sua propriedade rural e até mesmo em áreas públicas.
  • Informe-se e procure entender as causas das mudanças climáticas e suas consequências. Divulgue na sua comunidade estas informações e cobre dos governantes medidas para combater o problema e seus impactos.
  • Pressione empresas e governos a substituírem as energias sujas, perigosas e ultrapassadas (combustíveis fósseis, nuclear, grandes hidrelétricas) pelas energias positivas (solar, eólica, pequenas hidrelétricas).

A conferência começou, após 45 minutos de atraso, com a exibição de um filme sobre os povos do mundo que enfrentam as consequências do aquecimento global.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONVITE - Festa de Nossa Senhora de Fátima 2014

Por que um meio de comunicação quente é frio? McLuhan explica.

Redes socias x comunidades virtuais. Qual a diferença?