Dom Mariano: um apaixonado pela Igreja

O Bispo da Diocese de Mossoró-RN, Dom Mariano Manzana celebra neste dia 26 de junho, seus 36 anos de ministério sacerdotal. As orações de gratidão e de alegria por esta data são feitas por toda a Diocese, através de várias grupos, movimentos e instituições. Motivos e razões não faltam para se alegrar e comemorar mais um ano de missão do bispo à frente da Diocese. O carisma que ele tem para com o seu rebanho é raro entre os bispos que governam a Igreja.

Um aspecto em destaque em Dom Mariano, visto e reconhecido por todos, é a sua dimensão missionária. Ele, natural do norte da Itália, antes de ser bispo, já exercia em sua diocese de origem, a coordenação do centro missionário, o que o levou a visitar os centros de missão espalhados nos cinco continentes.

Não fez diferente ao assumir o pastoreio em Mossoro. Com a mesma pedagogia, fez no seu primeiro ano, uma visita missionária em todas as comunidades da Diocese. Queria sentir de perto, ver, tocar, conhecer a fundo a realidade pastoral, a vida do povo. Assim também, pode estar vizinho dos seus padres colaboradores. Fez questão de sentar com cada um e ouvir as inspirações, as dificuldades, as sugestões... Ouvir e conhecer a realidade eram o seu objetivo principal.

Tendo na mente e no coração não só a grande geografia da Diocese, mas também os anseios, problemas e esperanças, não perdeu tempo em suscitar como resposta para os desafios, a primeira e brilhante iniciativa: o projeto das Santas Missões Populares. Este foi o seu grande e honroso marco referencial no início do seu episcopado na Diocese.
Não descreverei o que significou o fenômeno das SMP para a Igreja diocesana porque precisaria muitas páginas. No futuro, sem dúvida, a história se encarregará de revelar quem foi para Mossoró e região a garra, o heroísmo e a doação apaixonada da vida missionária do atual bispo.

Contudo, o seu trabalho vai muito além do que citei acima: destaco, por exemplo, o seu zelo por aquilo que é da Igreja, através da preservação das estruturas físicas, terrenos e sobretudo, das reformas e construções que fez e que continua fazendo na diocese.
Destaco ainda, a sua luta incansável pela vocação sacerdotal e pela formação dos padres e leigos, através da criação da Faculdade Diocesana que iniciará oficialmente no próximo ano.
Por isso, nesta data comemorativa, toda a Igreja eleva aos céus sentimentos de profunda alegria, reconhecimento e gratidão pelo zeloso pastoreio de Dom Mariano Manzana.
Parabéns!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONVITE - Festa de Nossa Senhora de Fátima 2014

Por que um meio de comunicação quente é frio? McLuhan explica.

Comunidade x Sociedade