Uma prova de peso vem aí!!



Terça-feira, 12 de maio, farei uma das mais difícies provas deste semestre. Ela corresponde ao curso de teoria de comunicação, cujo professor é Dr. Devados, indiano.
Dentre os teóricos da comunicação de massa, devo estudar os seguintes:
Augusto Comte, Francês e pai da sociologia moderna. Só para recordar, o Brasil foi fortemente influenciado pela sua filosofia, cuja frase "ordem e progresso" da Bandeira do Brasil vem do seu pensamento positivista.
Herbert Spencer, britânico, forte defensou da teoria da evolução e defensou da cultura individualista como expressão da liberdade e da divisão do trabalho, considerada indispensável para a sociedade industrial.
Emile Durkheim, outro Francês. Sua obra foi indispensável na formação da sociologia e da antropologia. Defendeu a idéia em que para conhecer a realidade é preciso conhecer os fatos reais. Por isso, ele se empenhou em estudar algumas anomalias na sociedade, entre elas, o suicídio. Vale a pena conhecê-lo para compreender melhor a complexidade da sociedade atual, a qual ele chamou de sociedade mecânica e sociedade orgânica para analisar os efeitos da divisão do trabalho na vida das pessoas.
Será também conteúdo da prova, o modelo de comunicação di Lasswell, um americano do início do sécolo XX que afrontou a comunicação de massa, a teoria behaviorista e a famosa teoria hipodérmica, com a elaboração das perguntas: Quem, que coisa, através que canal, para quem e qual efeito.
Por fim, as teorias de influencias seletivas da década de quarenta. Elas defendem a idéia de que cada mensagem transmitida pela mídia tem um significado diferente para cada destinatário.
De fato, a prova é bastante empenhativa. Estou em ritmo acelerado para estudar o básico do conteúdo exigido.

Novidades da semana
São poucas porque não tive muito tempo de acompanhar as noticias locais. Quase toda a semana estava voltado para a escolha do tema para o meu baccalaureato. Escolhi uma área que atualmente é bastante divulgada entre os comunicadores e o mundo da informática. Chama-se "Webjornalismo participativo". Amanhã terei um encontro com a minha relatora e apresentarei essa proposta. Vejamos o que ela dirá.

Sinal profético

Fiquei surpreso e feliz com o encontro que Benedito XVI teve semana passada com uma comissão dos direitos humanos e da UNO. Disse ele que "a fome no mundo é uma tragédia vergonhosa..." e exigiu uma postura mais direta e comprometedora por parte da ONU e dos organismos responsáveis. Não podemos assistir passsivamente a essa tragédia onde "um quinto da população mundial passa fome". Enfatizou que "os direitos humanos hanno bisogno de uma sólida base ética e política". Merece reconhecimento tal atitude, parabéns! Terça-feira, 12 de maio, farei uma das mais difícies provas deste semestre. Ela corresponde ao curso de teoria de comunicação, cujo professor é Dr. Devados, indiano.

Dentre os teóricos da comunicação de massa, devo estudar os seguintes:
Augusto Comte, Francês e pai da sociologia moderna. Só para recordar, o Brasil foi fortemente influenciado pela sua filosofia, cuja frase "ordem e progresso" da Bandeira do Brasil vem do seu pensamento positivista.
Herbert Spencer, britânico, forte defensou da teoria da evolução e defensou da cultura individualista como expressão da liberdade e da divisão do trabalho, considerada indispensável para a sociedade industrial.
Emile Durkheim, outro Francês. Sua obra foi indispensável na formação da sociologia e da antropologia. Defendeu a idéia em que para conhecer a realidade é preciso conhecer os fatos reais. Por isso, ele se empenhou em estudar algumas anomalias na sociedade, entre elas, o suicídio. Vale a pena conhecê-lo para compreender melhor a complexidade da sociedade atual, a qual ele chamou de sociedade mecânica e sociedade orgânica para analisar os efeitos da divisão do trabalho na vida das pessoas.
Será também conteúdo da prova, o modelo de comunicação di Lasswell, um americano do início do sécolo XX que afrontou a comunicação de massa, a teoria behaviorista e a famosa teoria hipodérmica, com a elaboração das perguntas: Quem, que coisa, através que canal, para quem e qual efeito.
Por fim, as teorias de influencias seletivas da década de quarenta. Elas defendem a idéia de que cada mensagem transmitida pela mídia tem um significado diferente para cada destinatário.
De fato, a prova é bastante empenhativa. Estou em ritmo acelerado para estudar o básico do conteúdo exigido.

Novidades da semana
São poucas porque não tive muito tempo de acompanhar as noticias locais. Quase toda a semana estava voltado para a escolha do tema para o meu baccalaureato. Escolhi uma área que atualmente é bastante divulgada entre os comunicadores e o mundo da informática. Chama-se "Webjornalismo participativo". Amanhã terei um encontro com a minha relatora e apresentarei essa proposta. Vejamos o que ela dirá.

Sinal profético
Fiquei surpreso e feliz com o encontro que Benedito XVI teve semana passada com uma comissão dos direitos humanos e da UNO. Disse ele que "a fome no mundo é uma tragédia vergonhosa..." e exigiu uma postura mais direta e comprometedora por parte da ONU e dos organismos responsáveis. Não podemos assistir passsivamente a essa tragédia onde "um quinto da população mundial passa fome". Enfatizou que "os direitos humanos hanno bisogno de uma sólida base ética e política". Merece reconhecimento tal atitude, parabéns!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONVITE - Festa de Nossa Senhora de Fátima 2014

Por que um meio de comunicação quente é frio? McLuhan explica.

Comunidade x Sociedade